domingo, 16 de setembro de 2012

Daniela: de 2008 para 2012, um salto de qualidade política


O evento de lançamento de campanha que reuniu mais de 300 pessoas, num domingo de chuva e frio, Daniela, (PCdoB), disse a que vem se eleita for, falando com propriedade e conhecimento de causa

Tinha quase tudo para dar errado do ponto de vista técnico e climático.

Na parte técnica, correrias de última hora, (normal) e, em relação ao clima, os estancienses bem sabem como foi o domingo, 05/08. Porém, o frio e o chuvisco, não intimidaram as mais de 300 pessoas que compareceram ao lançamento de campanha da candidata pelo PCdoB, Daniela.

A jovem que concorreu em 2008 fez cerca de 200 votos. Há quem diga que foi uma campanha cara, mas, independente disto, Daniela já acumulava em seu currículo trabalhos ligada a juventude e atuação política de bastidores.

Hoje, mulher, não perdeu a graça e o jeito menina, carregando consigo ainda, um toque de timidez, mas de olhar penetrante.

Daniela também parece não saber se expressar, no entanto, traz em sua gene uma personalidade forte e do seu jeito consegue o que quer, falando baixo, com carinho ou mesmo as vezes, fazendo que não escuta, quando seus intentos são contrariados, o que não significa que ela não esteja aberta ao diálogo e rever conceitos.

Dani, como é chamada, estava preocupando até mesmo a executiva do PCdoB, por sua ausência às vezes em reuniões e, por também não ter uma proposta muito clara de estratégia de campanha.

A preocupação, no entanto, se dava em torno do fato de que todos acreditavam que Dani estava com reais chances de eleger-se, mas não dava sinais de que seria uma boa aposta.

A executiva sabia, porém, que Dani já vinha construindo uma caminhada de campanha e a preocupação se dava em torno do fato de que nesta eleição, a candidata não estaria contando com um volume financeiro para o pleito, mas era sabido por todos do amadurecimento político de Dani e ninguém no PCdoB estava disposto a perder este ganho que ela mesma conquistou.

Dani teve outras dificuldades e chegou a pensar em desistir, idéia esta totalmente refutada pelo partido. Foram pressões externas, que o partido prefere não se pronunciar, mas, Dani, se revestiu de coragem e levantou não apenas a bandeira de sua campanha, como a de seu partido, o PCdoB e no lançamento de sua campanha, além dos muitos apoiadores e público presente, Dani surpreendeu principalmente a executiva do partido.

Antes de subir ao palco e proferir sua fala, ela ainda estava apreensiva, mas foi confortada por seus camaradas que lhe deram total apoio. Escutou com atenção as falas dos prefeituráveis e depois deu seu show pessoal, parecendo uma advogada num tribunal defendendo os direitos dos cidadãos estancienses e também o que pretende fazer uma vez eleita.


Ela, como quem se sentindo orgulhosa e já leva esta mensagem aos eleitores, assim como os demais candidatos do PCdoB, mostrou aos presentes o documento.

Ernesto ressaltou que o programa é um trabalho de muitas oitivas com a população e entidades e que o PCdoB, mesmo fora de pleitos, não deixa de trabalhar e acrescentou: “esta é a contribuição do PCdoB para que possamos fazer de fato um novo tempo para Estância Velha e uma cidade para todos”.

Já no final, para os que ainda ficaram e depois de uma maratona para que tudo desse certo, Dani ainda fez graça dançando no palco com os jovens a música Macarena o que lhe rendeu aplausos.

Ficou claro também neste ato, que a candidata, que será advogada e que tem grandes chances de se eleger, não deverá abandonar sua simplicidade e as coisas comuns e boas da vida, como; dançar, brincar e bebericar uma cervejinha depois do trabalho.

Realmente e indiscutivelmente, Dani surpreendeu a todos.

Quem sabe, por isto, seu slogan de campanha seja: Atitude é com ela, eu voto Daniela.



Nenhum comentário:

Postar um comentário