terça-feira, 18 de setembro de 2012

É O QUE ESTÃO DIZENDO...

Este artigo foi escrito em 2010 e ao que parece, além de não melhorar, a relação do noivo com a noiva piorou. Mesmo assim, a noiva insiste em querer continuar este desastroso matrimônio.
O noivo por sua vez, tem dado sinais de que não quer mais. Mas, se o noivo for o dito corno, quem sabe, não caia em mais uma das mentiras e traíções da noiva enlouquecidade, desvairada que só sabe gastar dinheiro sem dizer onde e ainda, maltrata o noivo como bem quer, como se fosse este de sua posse.

Leia o artigo:

O presidente da câmara, Tomé, resolveu dar um basta no processo da tal grana do fundo, mesmo já tendo ganhado sentença favorável num primeiro round. Segundo ele, ao invés de deixar o processo se arrastar, resolveu, e demais vereadores favoráveis, repassar a grana para entidades, associações de moradores e afins. Quem não gostou nadinha disto, foi o “prefeito”, que precisa desesperadamente de todo e qualquer vintém que vir pela frente. E não é pra obras não, é pra pagar o elefante branco e a folha do funcionalismo. Claro que as entidades estão lokas de faceiras e ao que soube, a câmara está tomando todas as medidas necessárias para que a grana chegue de fato aos seus destinos e não aconteça como ano passado, quando Claudio devolveu e indicou, a mídia noticiou e a grana tomou outros rumos.

Com relação ao hospital, um passarinho me contou que o diretor foi chamado pelo “prefeito” e advertido severamente para não aceitar a fatia que a câmara quer destinar a instituição; coisa de uns cem mil. O motivo? Já disse. Contou-me ainda, que o diretor foi questionar uma tal grana de quarenta e sete paus advinda do estado para o hospital e foi noticiado que a mesma iria para o caixa único. Ou seja: o hospital vai ficar sem esta tal grana também. O passarinho me contou mais coisas, mas fica para outra oportunidade eu dividir com você meu leitor e leitora.

Já na rodada de visitas aos bairros, promovida pelo presidente da câmara, fui informado de que os vereadores queriam vistoriar o ginásio afeto à escola Walter, que pertence à comunidade, mas a atual secretária, diretora e CPM da escola, juram de pés juntos que não, que é da escola e pronto. Assim, algumas barbaridades estão acontecendo desde que esta secretária assumiu. Mas, vamos ao fato recente: o presidente da câmara ligou para a SEMEC e solicitou que o dito ginásio estivesse aberto no sábado, quando da visita dos vereadores ao bairro Nova Estância. Não satisfeito, ligou para a diretora também, que garantiu que o dito cujo estaria aberto. Para a surpresa de todos, o ginásio não só não estava aberto como a diretora não foi localizada de jeito nenhum para abri-lo. Que Vergonha! Bem, os caras da Av. Brasil disseram que vão pedir a interdição do ginásio devido à falta de segurança.

Pra terminar: De novo o passarinho! Ele me disse que o mês de maio será um mês de noiva nervosa e chorosa, posto que, o noivo, (povo), que se deu em casamento ano passado com a noiva (administração), mas não está mais suportando esta relação. Os motivos são os mais diversos, mas os que podem ser destacados são: foi só o tempo da noiva casar e mostrou as unhas. O noivo já não pode mais fazer algumas festinhas populares que fazia antes, as que pode, já não tem o mesmo glamour. E, se diz traído e cansado das mentirinhas que a noiva vem aplicando nele com constância. Vendo isto, as testemunhas, MP e Câmara irão à presença do Juiz pedir a anulação deste casamento, posto que, a noiva ignora até mesmo os puxões de orelha que leva seguidamente das testemunhas para que trate melhor o noivo desiludido. Caso o juiz não dê a anulação ou demore na decisão, o noivo terá de padecer até 2012 para dar-se em casamento a outra noiva, que ao que parece, a noiva já está escolhida. E ao que parece também, esta noiva já foi esposa e diz o noivo arrependido, que foi uma ótima esposa. É, a vida é assim mesmo. Às vezes é preciso perder, pra dar valor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário