terça-feira, 18 de setembro de 2012

Paul Simon descarta hipótese de voltar a gravar com Art Garfunkel

O cantor e compositor Paul Simon afirmou que não voltará a gravar com Art Garfunkel - seu antigo parceiro no duo Simon & Garfunkel-- porque prefere olhar em direção ao futuro ao invés de querer "revisar" a história da música.

Em entrevista à BBC, Simon, de 70 anos, também lembrou que Garfunkel está com um problema nas cordas vocais e impossibilitado de cantar, o que torna esse possível retorno "algo ainda mais complicado".

Entre 1964 e 1970, a dupla gravou cinco álbuns. O último deles, "Bridge Over Troubled Water", conquistou cinco Grammys, incluído o cobiçado prêmio de melhor disco do ano. Desde então, o duo, que se separou por diferenças artísticas, se reuniu somente em algumas ocasiões especiais.

Em 1981, Simon e Garfunkel realizaram um grande show gratuito no Central Park (Nova York) antes de iniciar uma turnê pelo mundo. A última vez que os musicos dividiram o palco foi em 2009, durante as celebrações do 25º aniversário do Hall da Fama do Rock and Roll de Nova York.

Em março de 2010, o duo responsável por célebres canções, como "Sound of Silence", chegou a anunciar a realização de uma turnê com 13 shows, a qual acabou sendo cancelada devido aos problemas nas cordas vogais de Garfunkel.

Vinte e cinco anos depois da gravação do álbum "Graceland", que vendeu 14 milhões de cópias no mundo todo, Simon explicou que se sente "muito feliz" ao celebrar este aniversário. No entanto, depois de alguns shows comemorativos, o musico voltará a "seguir fazendo novas músicas".







Nenhum comentário:

Postar um comentário