quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Toco: Um cabo eleitoral de peso

A exceção e 2008, quando o ex-prefeito e querido de Estância Velha, por muitos erros que dispensam comentários, não conseguiu eleger a Gringo como prefeito, Elivir Desiam, o Toco, foi o responsável direto pela eleição de Luis Lauermann e de sobra, a Zunke também.

Claro que Toco prometeu que voltaria e a população as raias da loucura com Waldir, não pestajou e atendeu ao pedido de seu eterno namorado.

Chegou 2012 e Toco ficou naquela do volta não volta e não voltou. Porém, com larga audiência devido ao seu belo trabalho na Fenac e hoje sendo garoto propaganda de muitos candidatos e isto inclui o próprio Tarcísio, a figura de Toco parece ser condição impar para angariar votos.

Compromissado com seu novo cenário político e de olho tanto na reeleição do prefeito de Novo Hamburgo e também em suas pretensões futuras, o eterno namorado de Estância Velha dedica tempo na cidade vizinha e, nas horas de folga, vem dar uma mãozinha ao companheiro Pedrinho.

Este, que deu uma rasteira em todos, parecia que sequer sairia do lugar, mas, acredita-se que as muitas indefinições de quem seria o candidato do PT, gerou um cenário de indecisões por parte dos eleitores.

Face a esta situação, Plínio então, começou logrando êxito no pleito, sendo que a população quer de qualquer jeito tirar Waldir do cargo, no entanto, a divulgação das muitas viagens dos ex-petista, parece terem colocádo-o em nock-out e, de igual forma, desacelerado sua corrida a prefeitura de Estância Velha.

Por incrível que possa parecer a muitos, o então desconhecido Pedrinho, que ainda continua sem muita expressão, mesmo assim, começou a aparecer no cenário do pleito e agora tem contado com a ajuda de Toco mais frequentemente e, no sentimento que vem das ruas, o nome de Pedrinho começa a ganhar expressão e aceitação por parte da população ao nome dele, também pelo apelo de Toco e porque não dizer, do arsenal político que o PT dispõe e isto é indiscutível. E se na reta final de campanha, as estrelas do PT, resolverem dar mais peso a caminhada de Pedrinho para chegar a prefeitura, que ninguém desdenhe; acontecerá.  

No andar da carruagem petista, lenta, mas continua, até antes do dia da eleição, muitas surpresas poderão acontecer, afinal, Toco também deve estar levando para as ruas, o engodo de 2008 e falando ao coração da população que o ama sem restrições, digam o que disserem dele.

Se em Novo Hamburgo, uma cidade de médio porte, Toco é o garoto propaganda de muitos e a certeza de voto na urna, o que dirá em Estância Velha, cidade onde ele fez acontecer e esta mesma cidade por dar crédito a ele o projetou ao patamar que se encontra hoje, com certeza, não dirá não ao seu predileto, até porque, o arrependimento bateu ao não eleger o candidato ao qual ele indicou como seu sucessor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário