quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

DENÚNCIA É REJEITADA, MAS CPI SERÁ INSTAURADA PELA CÂMARA DE ESTÂNCIA VELHA/RS

A seção da câmara de ontem, para alguns o esperado já estava por acontecer. Porém, ao que muitos não acreditavam, a leitura da denúncia feita por Rodrigo e Martinelli foi lida. No entanto, tal e o pedido de cassação foi rejeitado por unanimidade.

A verdade no entretanto para este desfecho, foi o fato de que os denunciantes erram ao invés de somente e tão somente ofertar a denúncia, quem elaborou o documento, acabou fazendo repetidas menções a uma CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito que diz respeito a somente a casa legisladora instaurar sem interferência de ninguém e foi o que aconteceu.

Como diz o ditado, Deus escreve certo por linhas tortas e, se no caso, a denúncia fosse aceita nos moldes de depois da leitura e aceita, seria instaurada a Comissão Processante e neste sentido, poderia residir o medo de alguns vereadores interessados no assunto, afinal, tal escolha seria feita por sorteio e os sorteados poderiam ser aqueles que ainda insistem em defender a bandeira do atual prefeito, como é o caso de Saci e Cláudio Hansen, apesar de serem do PSB e aí, o velho jargão voltaria a tona: "virou em pizza".

Jogada estratégica:

Para fugir deste estigma, o PT resolveu agir e a vereadora Mana, que já tinha também o apoio do colega Carlito Borges, (PCdoB), foi a luta e consultado o jurídico do partido que fez um parecer sobre o pedido que não questionava o teor, mesmo porque o mesmo estava muito bem fundamentado, mas, insistia em sua retórica em CPI.

O PT também fez uma reunião ainda na segunda-feira a noite para discutir a aceitação ou não da denúncia e foi com este viés, que pela primeira vez assim pode se diz, a bancada petista foi unida e já tinha seu voto contrário ao proposto pelos postulantes da denúncia.

A jogada estratégica se deu nesta rejeição e, a instauração da CPI, será palco de um cenário mais amplo e não apenas mexerá com Waldir como todos seus possíveis tentáculos de corrupção e favorecimentos e isto inclui a vice-prefeita, que quando a frente do cargo assinou alguns documento e a comprometem diretamente.

Ainda neste contexto, para que a CPI seja instaurada, são necessários apenas três votos e estes são os do PT acompanhados evidentemente com o voto do vereador Carlito Borges e mais alguns que aparentemente se dizem estar neutros.

A verdade em si, é que pela primeira vez, a maioria do legislativo pensou de forma assertiva e portanto estão de parabéns e é também uma forma de se redimirem da desastrosa lei que deram como cheque em branco a Waldir e Ângela para continuarem a dizimar o HGV. ( Do estado em que se encontra a cidade e outros serviços já não mais nem preciso falar.

Outros que devem receber os louros, são os denunciantes, que mesmo não tendo seu intento levado a termo pelo legislativo, deram mostra de que na medida em que a população se mobilizar em torno e um interesse único e não isolado e também parem de ter medos dos bichos papões, (que se dizem em verdade, esta camarilha sairá do poder).

Mas, como tudo ainda é embrionário, é preciso lembrar a população de que o inquérito que tramita na PF já está com seus dias contados para o término e será encaminhado ao MPFRE - Ministério Público Federal Regional Eleitoral, que com certeza, o procurador Fábio não terá outro caminho senão oferecer denúncia ao então relator do TRE - Tribunal Regional Eleitoral, o desembargador; Leonardo Tricot Saldanha, sendo este, o responsável por colocar em pauta para julgamento no egrégio tribunal, os fatos incontestes e o pedido de cassação de José Waldir Dilkin e Maria Ivete de Godoy Grade.

Para lembrar: Toda vez que tem uma seção na casa, onde o tema seja de interesse do executivo ou que possa lhe prejudicar, os CCs aparecem em peso para de certa forma, pressionar o legislativo. Parece que desta vez não deu certo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário