segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

O HOMEM QUIS BRINCAR DE SER DEUS E AGORA SOFRE

Quando o Todo Poderoso, ainda lá no princípio disse que faria o homem sua imagem e semelhança, pode ser que depois disto, o próprio criador tenha se arrependido, até porque, consoante a bíblia, Eva resolveu dar ouvidos a serpente do que obedecer ao seu criador.

Adão por sua vez, teve medo de perder sua Eva, uma vez que comeu do fruto da ciência, do conhecimento do bem e do mau, teria como preço de tal desobediência; a morte.

Ele poderia ter dedado a companheira e com isto, com certeza, Deus lhe daria uma outra mulher, mas preferiu sofrer junto as consequência do pecado dela.

Há que se dizer, que naquele momento, Eva foi enganada, porém Adão, praticou o ato consciente. 

Do resto da história bíblica, todos têm conhecimento, ainda que alguns, não acreditem.

A verdade no entanto, é que desde os primórdios e aí, muitas das coisas orquestradas por Satanás que além de tudo pregou e prega a soberania do homem e seu poder sobre tudo. É bem verdade que o próprio Deus havia dito isto, porém o príncipe das travas resolver distorcer um pouco do que Deus disse sem deixar se perder a essência, para que tudo se pareça com a verdade.

Neste sentido, a ganância, a vaidade e busca desenfreada pelo lucro a qualquer custo, fez com que o homem fosse além de seus limites, dizimando tudo aquilo que seria para seu uso-fruto e bem estar natural.

Os desmatamentos, a poluição das águas e do próprio ar, fizeram e continuam fazendo suas vítimas, vítimas estas que diga-se de passagem, ainda que passivamente, são protagonistas do estado calamitoso do planeta.

A situação vem se agravando ao longo dos anos e mesmo com a reunião das cúpulas mundiais e os tratados e possíveis sanções, não freiam o desmedido querer e fazer mudar e mutar tudo aquilo que Deus fez com amor para desfrute do homem que quis tomar seu lugar e como disse; orquestrados por Satanás.

O resultado de tudo isto, estamos vivendo ou, morrendo. Enquanto em um hemisfério, pessoas são dizimadas pelo frio intenso em outros, chuvas, terremotos, maremotos, calor intenso e etc, também fazem suas vítimas.

O mais curioso em tudo isto, é que quando estas calamidades se manifestam, aí, todos, sem exceção, clamam ao Altíssimo, pedindo misericórdia e que os livre do mau.

Mas, como a maledicência e os quereres humanos estão cada vez mais arraigados, basta recompor o que foi perdido ou minimizar as causas e consequências e lá está o homem novamente pronto para suas mazelas e cobiças, voltando a cena e com mais voracidade, destruir a tudo o que Deus lhe deu de graça, apossando-se, dizendo-se donos e buscando o lucro desmedido sem se importar com o que irá acontecer agora ou no futuro desde que; sua conta esteja recheada.

Se for o caso da reflexão o que penso ser pouco provável, estamos nos encaminhando para o fim, fim este, causado pelo próprio homem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário