terça-feira, 17 de novembro de 2015

EST. VELHA/RS: MP INSTAURA INQUÉRITO CONTRA PREFEITO E SÔNIA CARDOSO POR CRIMES ADMINISTRATIVOS

O atual prefeito de Estância Velha/RS, cumula sobre si mais um processo:70064034671 e este, vem do Ministério Público e versa sobre Crimes Administrativos, capitulado no Código Penal sob Titulo XI onde em um de seus artigos, o que pode ser o motivo do IP que trata do seguinte: 

Peculato
Art. 312 - Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio:
Pena - reclusão, de dois a doze anos, e multa. 
§ 1º - Aplica-se a mesma pena, se o funcionário público, embora não tendo a posse do dinheiro, valor ou bem, o subtrai, ou concorre para que seja subtraído, em proveito próprio ou alheio, valendo-se de facilidade que lhe proporciona a qualidade de funcionário.
Como Sônia Cardoso também está envolvida, é possível crer, que trate do
famoso dinheiro para as casas do Programa Habitacional que foram parar em sua conta no Banrisul e, de igual forma a Cooperativa que ela representava também foi beneficiada. 
Ela que teve seus direitos políticos cassados em 2012 também foi palco de oitiva na Polícia Federal do processo de cassação do prefeito, que, ainda que aja quem não creia, tramita e já está em fase final.
Depois das oitivas que começam a acontecer, finalizado este rito, volta para o Tribunal De Justiça na 4ª Câmara Criminal aos cuidados do Desembargador Aristides Pedroso Albuquerque Neto, onde será julgado e pelo todo já juntado, pelo todo já provado, é pouco provável uma sentença que se não, a de condenação dos mesmos.
Há que se dizer no entanto, que com tudo isto acontecendo, a Câmara de Vereadores continua omissa aos fatos e aprovando todos os projetos encaminhados a casa sendo muitos deles que vem trazendo enormes prejuízos ao cofre público do município.
Como eles não fazem nada, a UNASEV - União Das Associações De Estância Velha, faz, o Ministério Públicos faz, o que poderia e deveria ser da alçada deles, mesmo que tivessem de levar a juízo os atos criminosos do atual prefeito e dos que o cercam e se locupletam.