sábado, 30 de julho de 2016

DIRETÓRIO PSB EV SE IRRITA E DIZ QUE SACI NÃO CUMPRE ACORDOS

Esta semana foi marcada por mais um ato de autoritarismo do vereador Saci.

A toque de caixa, ligou para a executiva do partido marcando uma reunião com o objetivo de em esta, os membros escolherem um candidato para concorrer a prefeito neste pleito. Os nomes, sem pestanejar, eram: Saci e Plínio.

O rito em conformidade com a lei, segundo membros do partido foi cumprido e a partir de então, começou a votação.

Saci foi aos poucos ganhando votos ao número de 4, quando os votos em Plínio começaram a aparece e teve como resultado final, 7X6 para Plínio.

Ainda que com uma vitória mais do que apertada e não se pode descartar as promessas que Saci possa ter feito aos seus correligionários, Plínio venceu e a partir daí, começou uma guerra travada pelo perdedor que não aceitou o resultado e ameaçou até, anular a votação.

A primeira coisa que se deve considerar, é que o presidente do partido é Plínio e só a ele, se fosse o caso, poderia aventar esta hipótese de anulação da votação, mas Saci, um déspota, se sente acima de tudo e de todos, lastreado pelo dinheiro que não esconde ter.

Nesta afirmação, houve informações de que Saci teria dito que Plínio não tem dinheiro, mas ele tem.

Se for por este viés, é certo que Saci ainda não se deu conta ou não quer reconhecer que tramita na Polícia Federal um IP sobre compra de votos na eleição de 2012, conforme a Voz, já noticiou.

Ao que parece, a votação será definida na convenção do próximo dia 5 e Saci se sagrar candidato, é certo que alguma maracutaia fez para derrubar seu oponente Plínio Hoffmann.

Há indícios de que esta insanidade de Saci esteja calcada na possibilidade inclusive de desembarcar como vice na candidatura de Ivete, que, por sua vez, poderá ter também, problemas para concorrer.

Os eleitores dever ficar atentos, afinal, Saci, não mede qualquer esforço e tampouco se mude de escrúpulos para estar no poder a qualquer custo. Nem que seja gastando o dinheiro herdado por sua mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário