sábado, 4 de fevereiro de 2017

ESTÂNCIA VELHA/RS, É SERTANEJA? NÃO!

Noite de sexta-feira, depois de em casa beber algumas cervejas e escutar música, as minha em especial, uma vez que estou gravando um CD, resolvi dar uma saída.

Ao me deslocar, vi um restaurante conhecido que até então, não tinha música ao vivo, com música ao vivo.

Chegando ao centro, vi outros lugares com o mesmo tipo de atração e resolvi adentrar um deles, onde dois rapazes, muitos bons por sinal, faziam a festa ao som do sertanejo universitário.

Obviamente, os outros locais também estavam com o mesmo tipo de atração na coqueluche deste estilo de música que em verdade, é uma vertente do Pop Rock, pra quem não sabe.

Há uma cultura burra na cidade que diz: em Estância Velha nada funciona, o povo não prestigia, ou, quando um faz todos querem fazer a mesma coisa. Vamos por partes: com relação ao nada funciona e o povo não prestigia, há uma certa verdade, mas, é decorrente das línguas maiores que as bocas que muitos tem quando em verdade, não tem moral pra falar de ninguém. A outra, é que muitos não querem ser visto, então andam léguas ou vão na cidade vizinha Novo Hamburgo pra buscar diversão associada ao sexo casual. A outra, também tem um fundo de verdade. Não faz muito e só haviam alguns locais com um péssima música ao vivo e o chamado bailinho. Mas a grande verdade mesmo, é que independente destas alegações, os bares, lancherias e restaurantes, se deram conta e estão abrindo seus espaços para a combinação alimentação e diversão.

Com relação ao povo, chega a ser patético! Os músicos podem fazer malabarismos e cantar muito bem e mesmo assim, não arrancam sequer um aplauso, a não ser, quando se faz presente alguém como eu, que reconhece quando os caras tocam bem e aplaudo, aí vem aqueles que estavam tímidos seguindo a ovação.

Saí dali e vi que continua o grande contingente de pessoas se valendo do "calçadão" para beber e escutar música vinda dos carros. A praça também é local para isto. Nesta babilônia, se escuta de tudo, o que chega a confundir os ouvidos.

Fui então ao Boteco Santinski, pois ele mudaram de lugar porque os moradores onde eles estavam se incomodaram com o barulho e, ao que sei, fizeram um abaixo assinado. Penso que eles devam agradecer aos insatisfeitos, porque o local onde estão agora, é simplesmente um espetáculo e lá, pude escutar um bom rock nacional em voz e violão por um músico muito bom.

Estância Velha é sertaneja? Não!

Tenho dito há muito, que a cidade é um manancial artístico em várias vertentes, o que falta é incentivo tanto do poder público quanto da iniciativa privada.

A rapazeada de Estância Velha sabe fazer e curte um bom rock 'n roll. A prova disto, é que conversando com um dos donos do Santinski ele me falou que teve um evento no local onde foram até quase seis da manhã. O mais interessante em sua narrativa é que ele disse: a casa estava lotada e este pessoal, é educado, não reclama do preço da cerveja, nem do cover...já o pessoal do sertanejo, acha até uma bala cara. Parabéns aos roqueiros!

No Santinski, um long neck, custa sete reais e o cover, oito reais, ou seja: sem se emocionar muito, é possível gastar uns cenzinho sem se dar conta, mas, vale a pena, afinal, como já disse, o espaço é ótimo e a música, nem se fala. No entanto, os caras adotaram uma tática: tem a noite do sertanejo universitário, do MPB e do que eu mais gosto; do rock. 

O que vale nesta narrativa toda, é o velho ditado: antes tarde do que nunca! Ao que parece, os empresários da gastronomia estão se dando conta de que vale a pena investir neste tipo de entretenimento e não importa que começou a puxar a carreta, afinal, a noite estava boa e todos os ambientes estavam bem frequentados.

Quanto ao povo, está passando da hora de darem valor ao que tem na cidade. Eu, por exemplo, sou natural de Porto Alegre, mas não fico murmurando que lá é assim ou assado, o que eu quero, é que a cidade onde vivo atualmente, saia de seus ostracismo e alcance a vanguarda, mesmo que seja copiando o que há de melhor em outros lugares. Os amantes das artes, agradeceram e retribuirão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário