sábado, 27 de fevereiro de 2010

TÁ DI CARA NÉ ZÉ?

Pois é! Quero ver se agora você vai continuar nessa de: eu não gosto de política, política eu não me envolvo... essas coisas. Veja: - Tomé (da farmácia); Rosane (da saúde); Toquinho do Rincão (dos trabalhos comunitários) e Vira Mato, (trabalhando pela comunidade), nem de longe estão seguindo a cartilha daquele velho PT. O da moralidade e etc. Tomé disse que avaliou o impacto financeiro nos cofres públicos. Que nada! É bom lembrar: começa com R$ 1.500, mas aumenta a cada ano e em 2012 serão mais quatro vereadores, por conseguinte, mais quatro “assessores”. - Sonia PSDB, (a professora); Waldir disse que a ajudou a buscar voto por voto, acreditando que a educação estaria muito bem representada. Arrependeu-se! - Dudu PMDB, ao que sei, é o responsável pelos moradores da alta tensão e do cemitério lotado de féretros de NH, (grande assistencialista) – Geada PMDB, ganhou do prefeito a ponte para entrar direto em sua casa, (nada comunitário). - Django PSB, (das associações, do assistencialismo, novato, mas cedeu ao fetiche do descalabro) e Claudio Hansen PSB, (o obreiro do Rincão), votou contra, não por causa dos gastos, mas sim, continuar mamando da política que ele pouco sabe fazer e parecer anjo diante da população. Enfim, nenhum está preparado para o cargo de legislador (a) das demandas da população. Entretanto, apresentam-se como excelentes legisladores de suas demandas pessoais e dos correligionários. Os baixos salários, é o que dizem, podem ser complementados pelas viagens. Cê tem razão Zé, tem que ficar di cara mesmo. Até porque, Dudu disse que iria pedir as imagens de quem pichou a câmara pra fazer um BO. Sacanagem né Zé? Os caras aprovam um projeto desses e você não pode nem se manifestar. Tô dizendo; a ditadura voltou. A qualquer sinal de se falar ou se manifestar sobre as trapalhadas deles, pronto: lá vem a repressão. Ligam, ameaçam, viram a cara, se sentem ofendidos e até processar processam. E Zé, tem uns “bacanas” que não aparecem, mas são coniventes tudo isso, principalmente em se tratando do “executivo”. E vou dizer a você: os caras da Av. Brasil não têm traquejo algum. Pela ganância em meter a mão, acabaram chamando a atenção só pra eles, desviando a sua atenção em relação ao “executivo”, que tem um monte de improbidadezinhas administrativas e eles sabem, mas não tomaram providências. Ao que soube, a “oposição” aprovaria a compra do elefante branco, desde que o “executivo” não se pronunciasse na aprovação deste projeto escabrinhoso deles. Sabia disto Zé? E o “executivo” não pode nem berrar, afinal, em cada cantinho da administração pública tem dois ou três terneirinhos mamãos. Ao ponto da folha já estar comprometida em torno de 48% da arrecadação. Então Zé, fica furioso, mas não atira pedra só nos “legisladores”, o “executivo” tá fazendo um monte de coisinhas que quando vierem à tona, cê vai ficar mais di cara ainda. Mas é bom que tudo isto esteja acontecendo; quem sabe agora você tira seu traseiro gordo ou magro da cadeira e participa mais da política local, vá fazer parte da associação que você só critica, mas não faz nada. (Associação é sinônimo de Sociedade organizada bobão). Pára de se curvar e achar que os caras estão no “poder” e você não pode fazer nada. E meta na cachola: se você não participar, a vaca vai pro brejo. Quem paga tudo é você Zé! E eles fazem isto que você está vendo. Mas, o pior de tudo, é que se você não tomar pé da situação, sabe lá Deus o que você estará deixando de legado pra sua prole. Zé, se você não participar, é certo que vai ter que continuar vendo os terneirinhos entrando ou saindo; seja na Av. Brasil ou em frente à praça, com a barriguinha cheinha, mamando na minha e na sua tetinha Zé, sem nenhum constrangimento. Pensa nisto: O patrão é você e não eles.