quinta-feira, 18 de março de 2010

CADÊ A VERGONHA?!

Pressionados pela opinião pública, a sessão na câmara foi longa barbaridade, no intuito óbvio de cansar a beleza dos presentes e estes se evadirem. Foi o que aconteceu com muita gente! Porém, muito mais, porque era notória a dissimulação dos vereadores (as). Vira Mato chegou à sofisticação de se valer de um data show. O mais interessante na postura dele e demais colegas, é que só agora, eles resolveram mostrar o que tem por fazer na cidade, com fotos irrefutáveis, além de comentar sobre a compra do elefante branco e dos 10% demagógicos de aumento ao funcionalismo. Ele ainda disse; que o orçamento da prefeitura está engessado também, por conta do excessivo número de CCs. (Isto tudo eu já venho dizendo há tempos). Só que; todo este discurso vazio, era uma tentativa de mostrar a população que os cargos que eles querem criar, é um custo irrisório perto do que a atual “administração” está gastando. Agora, ele não disse que o orçamento da sec. de obras, é menor que o orçamento que a câmara tem. E também não disse que fez churrasco na Nova Estância angariando adeptos a aprovação do projeto. Já o Tomé, disse que Sergio Schul os traiu. Eles não sabiam do óbvio? Não sabiam que Sergio acharia uma forma de tirar proveito da situação e se mostrar? Eu já havia dito o motivo: estava tudo acordado! Eles aprovariam a compra do elefante branco e o “executivo” não se manifestaria na indecência deles. Ou seja: ficaria elas por elas. Django me disse que Sonia, (que acabou se posicionando contra o projeto), que se eles derrubassem o veto ela iria querer assessor? Segundo ele; ela disse que sim. Mas na tribuna, mentiu pro povo. Dudu por sua vez, insiste nos tais 20% de aumento ao funcionalismo, ele deve estar sem noção, posto que, Vira Mato já havia dito que o orçamento está engessado. Geada, já havia se posicionado, assim como Hansen, mas só pra fazer média com a população. Rosane, mais uma vez, em cima do muro. Toquinho, disse que elaborou inúmeros projetos de lei, mas que a “administração” não está cumprindo. Bem, ele e demais colegas são vereadores (as) pra que? Em verdade, uns mentiram com a cara mais deslavada possível e outros saíram pela tangente. Aliás, parece estar havendo um concurso entre o pessoal em frente à praça e os da Av. Brasil: quem mente mais? Resta saber quem vencerá e qual será a premiação.


Com tanta balela, discursos vazios e contraditórios, a sessão se estendeu até quase onze e trinta e o tal do projeto não foi votado. Tiraram o povo pra otário. E, em meio a toda esta lambança, eu continuo perguntando: onde está velho o PT? Sim, porque até então, participar e comungar com atos desta natureza era coisa dos outros partidos, que não são santos é verdade. Mas o PT?! E pior; ver o ex- presidente do partido (farelo), - que, diga-se de passagem, teve a audácia de querer me intimidar - apoiando o ato, posto que, seu filho ocupa um cargo como diretor, quando no máximo o que ele poderia exercer, seria a função de um auxiliar de serviços gerais. Outro absurdo; foi ver gente lá, as espreitas, até com faixa de apoio feita, mas que não foi desfraldada, de olho na aprovação, para ver se pegam uma boquinha. Em suma: é uma falta de vergonha ge-ne-ra-li-za-da. E o PT, fazendo parte de tudo isto. É certo que os fundadores e idealistas devam estar di cara. Penso que seja o momento do presidente do partido tomar pé da situação.

Prá terminar: depois de tudo o que está acontecendo, em menos de um ano e meio, tanto no “legislativo” quanto “executivo”, ainda haverá alguém que votará novamente nesta gente ou com quem anda com elas? Eu não duvido... afinal, cadê vergonha?!