terça-feira, 2 de março de 2010

LAVANDO A ROUPA SUJA

Vergonha! Isto foi o que ouvi muita gente dizer depois da glamorosa sessão que era para ser solene e virou numa baixaria orquestrada pelo atual “prefeito” que resolveu a lavar roupa suja e retrucar desafetos pessoais. Teve quem foi mais além e disse: Estância Velha não merece isto! E eu digo: alguém com nível superior, “empresário” e chefe maior do município, se expor desta forma? Pior: usou da tribuna na hora errada e no momento errado, aliás, sob nenhuma alegação deveria ter usado, afinal, era uma sessão solene para homenagear nossos atletas. Muito pior ainda, foi levar a clac de CCs e FGs para ovacioná-lo. Ao que sei, o horário da administração pública vai até as sete e a sessão começava as seis. Assim, o que está gente estava fazendo lá em horário de trabalho? E ainda ficam revoltados quando se toca na ferida deles. Porém, os resultados dos atos destes coraçõezinhos revoltados estão aí. Várias improbidades administrativas ainda não apuradas a termo, 49% do orçamento comprometido só com a folha de pagamento, o que tem levado o Tribunal de Contas lhes darem vários puxões de orelha. E a única palavra de ordem desta administração é; cortar gastos. Mas, cortar o alto número de CCs e FGs e favorezinhos como o caso da ponte pro Geada, a obra paga por Longaray, que nem havia sido começada, nem pensar. E o “prefeito” ainda disse na câmara, que prefere não gerar 1 emprego a perder 3 milhões em arrecadação. Ué, mas ele se elegeu sob a síndrome do desemprego (terrorismo) e dizia que iria gerar muitos empregos. Talvez esteja aí a explicação para tantos CCs, porque a tal geração de empregos em fomento conjunto com a iniciativa privada, ainda não aconteceu e não vai acontecer. E se depender do tal distrito industrial, aí é que não vai mesmo. Cá pra nós, se 60 milhões não foram suficientes, 3, fará alguma diferença? Claro que não! A não ser pra tampar os furos já existentes. É, tá tudo errado, mas eles não querem que se diga nada. Há rumores ainda sobre o destino da grana do Fundeb, mas, vou checar primeiro pra depois me pronunciar.


Pra terminar: O “prefeito” foi flagrado e fotografado, com o carro oficial, estacionando em frente ao curtume e fazendo uma reuniãozinha com alguns funcionários em frente ao mesmo. Noutra esfera, diz que o “prefeito” irá às associações para ouvir as demandas e é certo que será só para ouvir mesmo, porque grana que é bom para resolver os problemas mais simples... não tem. Já comprometeram tudo até 2012. Porém, se cortar pela metade no mínimo, os CCs e FGs é capaz de sobrar algunzinho. Em Suma: apontar o dedo e cobrar postura do outro se um, que tanto prometeu, não cumpre as promessas e muito menos faz o que é preciso fazer para melhorar o município, não tem moral para cobrar nada de ninguém. O “prefeito” deve estar achando, que o erário público, a população e até outros poderes constituídos, devam ser tratados como ele tratava as questões do curtume, ou seja: todos devem obedecer e calar. Ninguém disse a ele que o erário público não é o curtume? É por isto que insisto: estão com os olhos voltados somente para os vereadores, que não são santos, é verdade. Mas e o “executivo”? Não é preciso ter visão privilegiada pra ver o que e está acontecendo. O que está acontecendo? A vaca foi pro brejo mermão, no primeiro ano de gestão. Por isto tem que cortar gastos e tentar juntar algum, pra vê se traz a vaquinha di volta, mesmo com as tetinhas sequinhas. Tadinha!