terça-feira, 25 de setembro de 2012

Venda de livros cresce no Brasil, aponta pesquisa

As editoras brasileiras venderam 469,5 milhões de livros em 2011, 7,2% a mais que no ano anterior, quando comercializaram cerca de 438 milhões de exemplares. Os dados são de um levantamento realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE/USP) a pedido do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e da Câmara Brasileira do Livro (CBL).


Com a expansão das vendas, o faturamento das editoras também cresceu - 7,36% a mais que em 2010, alcançando R$ 4,837 bilhões. Em 2011, foram publicados 58.192 títulos, um aumento de 6,28%. Desse total, 20.405 foram de lançamentos, um crescimento de 9% em relação ao ano anterior.

Os principais canais de comercialização de livros no país são: livrarias (44,9% do mercado), vendas porta a porta (9,07%)), igrejas e templos (4,03%), supermercados (2,4%) e bancas de jornal (2,21%).