quinta-feira, 4 de outubro de 2012

ASSIM FORAM ENTREGUES AS 147 CASAS PELO SENHOR DAS OBRAS QUE CONTINUA COM SUAS MUITAS MENTIRAS E PROMESSAS QUE NÃO CUMPRE


O sempre vale tudo de Waldir pode impressionar qualquer desavisado e, a poucos dias da eleição, os esforços para enganar os eleitores não cessam.


A Voz há um tempo a atrás fez uma vasta matéria sobre as famosas casas do Programa de Subisídio Habitacional, onde curiosamente, foram para na conta de Sônia Cardoso, cerca de R$ 400 mil, quando não deveria e tudo isto com a concordância de Waldir.


O programa onde a fatia maior veio do Governo Federal, outra menor do Governo do Estado e outra menor ainda que deveria ser a contrapartida do município, como comumente tem acontecido nesta administração, não foi suficiente para realizar o programa conforme seu propósito e com isto as pessoas contempladas, muittas delas, cupinchas de Sônia, ligadas a famosa cooperativa, também se deram mal e receberam as casas que o senhor das obras tanto enche o peito em falar, num estado calamitoso.

Além disto, os 'contemplados', tiveram de acar com outros R$ 1.500,00 e em alguns casos, pressionados, caso quizessem as moradias no estado em que se encontravam; sem nada.

As fotos feitas mostram a realidade dos fatos e mesmo assim, tanto Waldir quanto Sônia, se dizem os benfeitores na causa dos menos favorecidos, sendo que tanto um quanto o outro, não passam de pilantras que se apossam de recursos públicos e além de fazerem mal feito, quer dizer que foram eles. Ou seja: a impressão que passam é de que o dinheiro fosse deles e fizeram um grande favor ao contribuite, ainda que, em condição desigual ao processo social.

Nem mesmo o vaso sanitário foi colocado e a instalação elétrica, segundo quem entende parece até ser os famosos gatos.

Enfim, o senhor das obras invisíveis, ainda tem a coragem de dizer que a cidade é um canteiro de obras. Com certeza o é: obras e muitas obras por fazer e não é preciso ir longe para ver a precariedade ao qual Estância Velha se encontra.