segunda-feira, 12 de novembro de 2012

MATE UM POLICIAL E SUA DÍVIDA ESTÁ QUITADA. DIZ O CRIME ORGANIZADO

A sequência de mortes a policiais em São Paulo tem preocupara as autoridades. Em verdade, este episódio não é de hoje, mas agora, ao que parece, o crime organizado resolveu declarar guerra contra a força da 'lei'.

O que parece estar se tornando um caos, tem sim, sua origem no fato de policiais corruptos fazerem parte da folha de pagamento do crime organizado e, por conseguinte, quando as coisas fogem do controle, ou seja: a proteção, omição ou mesmo participação nos negócios contraventores, começar a chamar a atenção da mídia em especial que aí então o secretário de segurança precisa tomar alguma medida, é quando estes policiais já não tem mais como fazer vista grossa aos seus parceiros do crime.

As muitas operações deflagradas pelas polícias e isto inclui a federam, tem enfraquecido o sistema e também muitas baixas tem acontecido.

A ocupação das favelas também tem proporcionado um ataque frontal ao esquema do crime organizado que precisa deste contrôle para também realizar seus negócios com maior tranquilidade, uma vez que, o aliciamento para esta atividade criminosa, se dá cada vez mais cedo.

Irritados por verem seus impérios ruirem, não resta dúvidas de que estas mortes de policiais sinaliza também, não apenas a fragilidade do sistema como também, de que como está sendo cada vez mais fácil aliciar aqueles que deveriam ser os promotores da ordem e da justiça.

Já passou da hora do estado rever seus conceitos, assim como o Congresso Nacional e Sanado e sinalzar com políticas concretas para que as polícias sejam faxinadas e os corruptos levados a jugamento e investir pesadamente não apenas em tecnoligia e outros artifícios, mas sim no contingente humano, porque, independente de qualquer coisa é certo que políciais corretos estão recebendo o mesmo tratamento dos corruptos.