segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Schincariol esclarece dados de participação de mercado

A Brasil Kirin, antiga Schincariol, esclareceu que as informações sobre os porcentuais de participação de 16,6% no mercado nacional de cervejas e 6,83% em refrigerantes são dados de outubro do Sistema de Controle de Produção de Bebidas (Sicobe), da Receita Federal, e não do Instituto de pesquisas Nielsen, conforme informou na tarde desta segunda-feira. As fatias de 14,4% em cerveja e 5,4% em refrigerantes também são do Sicobe, referentes ao do ano de 2011.

A empresa anunciou hoje que, exatamente um ano após a aquisição de 100% da Schincariol, o nome da subsidiária brasileira passa a ser Brasil Kirin. De acordo com o presidente (CEO) da companhia, Gino Di Domenico, as conversas para o novo posicionamento institucional começaram há seis meses e os investimentos fazem parte dos cerca de R$ 480 milhões previstos para o ano.

Segundo Di Domenico, as marcas continuam com os mesmos títulos, o novo nome é somente institucional e será inserido nas embalagens dos itens das companhias. Ele comentou ainda que há estudos para a Brasil Kirin vender os produtos da Kirin no País a partir de 2013, com foco em bebidas alcoólicas e não alcoólicas, inclusive em categorias que a antiga Schincariol não atuava.

Hoje, a Brasil Kirin possui 10 mil funcionários no País. Até outubro, as vendas em volume de cerveja cresceram 9,9%, na comparação com o mesmo período do ano passado. "Vamos passar de um Ebitda de R$ 300 milhões em 2011 para R$ 550 milhões em 2012, aumento de 83,3%. O montante do ano passado atingimos em agosto", afirmou o executivo. "Em faturamento, cresceremos 12% na mesma base de comparação. Já somos 5% do faturamento total da Kirin, estamos entre os cinco principais mercados da companhia fora do Japão, que é metade do faturamento global", ressaltou Di Domenico.

Fonte: Estadão Conteúdo