segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Vergonha: Escola particular furtava luz e água do Hospital Getúlio Vergas em Estância Velha/RS


A escola de ensino fundamental e educação infantil, que pertence a uma dita personalidade da cidade, Lúcia Trein e que na gestão do ex-prefeito, Nestor Trein, que hoje ocupa um cargo de secretário na atual e descompassada administração, segundo informações, (a mesma que era do município, foi parar como num passe de mágica em mãos alheias), como é o caso e que também se diz filantrópica, vinha há muito furtando luz e água do quase falido hospital do município; o HGV.

As descobertas foram feitas ao acaso. No caso da energia, os técnicos ao fazer uma inspeção no quadro de luz do hospital, verificaram que havia um fio que não estava no contexto, indo mais afundo, verificaram que se tratava de um gato, que beneficiava a escola pertencentes a pessoas ditas ilibadas na cidade.

Já a água, foi por conta da falta desta que faltou no hospital e feita a reclamação a Corsan pela escola, também foi constado outro gato.

Desta forma, também segundo informações, esta prática criminosa vem acontecendo há anos e somente agora foi descoberta.

Há quem diga ainda, que Lúcia Trein, ao ter a luz cortada reclamou ao prefeito de que tinham cortado sua luz, ou seja; além de furtar, ainda se sente no direito de reclamar.

A verdade no entanto, é que tal procedimento é crime e, principalmente em se tratando de furto do erário público como é o caso do Hospital Getúlio Vargas que passa por sérias dificuldades por pura falta de administração e cabe ao legislativo e Ministério Público tomar as devidas providências e cobrar dos responsáveis estas contas, devolvendo assim ao cofre público o que foi furtado como se fosse algo normal.

A outra verdade também, é que os amigos do rei continuam fazendo o que bem entendem e nada acontece a ninguém. 

Será que todos estes olhos cegos, ou bocas mudas seja fruto de uma relação do prefeito e sua trope com o príncipe das trevas, Satanás?